A Artecorpo Teatro e Cia cria seus espetáculos através da demanda existente e/ou para expôr ideias em que acredita. Porém, apesar de haver muitos temas específicos em nosso repertório, buscamos introjetar nos espetáculos, cenas e textos surpreendentes ou questionativos para que não haja mecanicidade e nem didatismos ao interpretar. 

Espetáculos Teatrais

        adolescenteS

CADÊ A CAMISINHA?

Atores narram e vivenciam através das cenas, situações onde o uso da camisinha, desde os tempos mais remotos, é enfocado: a história do preservativo; um adolescente ansioso para transar que não sabe utilizar a camisinha; uma apresentadora de programa de tv que aconselha seus telespectadores; um jogo para que a platéia indique na cena onde estão os erros de um casal que deveria se relacionar sexualmente de maneira saudável; uma adolescente que se torna mãe; uma poesia de uma adolescente que perdeu o namorado com AIDS,  são algumas das situações apresentadas no espetáculo.

QUAL É A DROGA DA HISTÓRIA?

Após uma breve discussão sobre como abordarão o assunto com a plateia, os atores investem em explicar a origem das drogas lícitas e ilícitas. Iniciado o tema, um deles tem a ideia de inventar uma história que será vivenciada por todos. A história é sobre Pedro, um adolescente de 15 anos que resolve fazer uma festa a fantasia em sua casa. Assim que sua mãe se ausenta ele descola as bebidas alcoólicas e recebe os amigos. Todos bebem muito. Ao chegar em casa, D. Odete observa o ocorrido e Pedro precisa assumir as dores de cabeça que o momento de diversão deixou.

ESTRANHO E TORTO TODO MUNDO É UM POUCO

Agraciado, um adolescente que estudava em uma escola de padres, está nervoso pois terá seu primeiro dia de aula em uma nova instituição. Ao chegar na sala sofre com o preconceito, piadinhas, apelidos e brincadeiras agressivas. Para ser aceito por Luana, líder da turma, e pelos amigos dela, ele modifica seu comportamento tornando-se um jovem desleixado. Após uma conversa da professora com a turma, Agraciado se sente culpado por suas atitudes e chega a ficar agressivo com Luana, principal responsável pelas suas mudanças.

IH! SUJOU!

Oito cenas curtas sobre higiene corporal são expostas de forma divertida e verdadeira. Os atores interpretam personagens diversos para realizarem demonstrações sobre o asseio nas axilas, couro cabeludo, ouvido, mãos, pés, pele, boca e genitália. As histórias variam desde o penteado de Marilene repleto de creme, provocando seborréia e coceira, passando por um consultório de otorrino com um rapaz com problemas auditivos devido a sujeira, um ônibus lotado com um homem gripado, uma paquera onde a menina tem mau hálito, chegando até aos cuidados com a oleosidade da pele que provoca espinhas; além dos comentários feitos por 3 lavadeiras sobre as roupas íntimas dos patrões e como devemos cuidar delas.